Blog Section

Apoio Domiciliário: Cuidados e Recomendações a ter com a Sonda Vesical (Algália)

Apoio Domiciliário: Cuidados e Recomendações a ter com a Sonda Vesical (Algália)

Para os doentes que encontram-se algaliados é necessário ter alguns cuidados:

– O saco colector deve ser colocado abaixo do nível da barriga do doente, para que não haja refluxo de urina;

– No caso de ter saco colector com torneira, basta abri-la para despejar a urina quando este estiver cheio. No entanto, estes sacos devem ser mudados quando apresentarem alterações da cor e/ou mau cheiro;

– Para mudar o saco de urina basta desconectar a extremidade do tubo do saco com a algália e conectar um novo saco;

– A mudança de algália deve ser feita pelo enfermeiro na data indicada;

– No caso de haver exteriorização da algália deve contactar imediatamente o centro de saúde.

 

A higiene dos órgãos genitais deve ser feita diariamente, acompanhada da sua desinfecção com produtos próprios. Deverá estar atento, à existência de corrimento vaginal ou uretral , assim como de queixas urinárias (ardor, comichão, etc.) e à presença de sedimento. Estes podem ser indicadores de infecção urinária, que necessitará de tratamento.

 

Deverá ter em atenção o reforço de líquidos até à quantidade máxima prescrita. Através do odor e do aspecto da urina pode saber-se se a quantidade de líquidos que é ingerida é suficiente: pouca urina, escura e com odor intenso é sinal de insuficiente quantidade de líquidos; por outro lado se houver muita urina, clara e sem cheiro é por que a quantidade de líquidos é suficiente.

 

Recomendações

  • Ingira cerca de 2 L de água, sumos, sopa, maçãs, etc, para aumentar a produção de urina e evitar que se formem resíduos na bexiga, o que por sua vez aumenta o risco de obstrução da sonda;
  • Certifique-se que a higiene da região genital é realizada diariamente com água e sabão;
  • Quando manusear a algália deverá certificar-se que as mãos foram lavadas e desinfetadas;
  • Evite que a algália se dobre;
  • Mantenha a algália segura nas calças para evitar estiramentos e consequentemente vontade de urinar;
  • Mantenha o saco coletor numa posição mais elevada que a sonda vesical para evitar o refluxo de urina;
  • Quando não tiver colocado o saco coletor, não se esqueça de retirar o clamp a cada três horas para esvaziar a bexiga;
  • Durante a noite mantenha sempre o saco coletor, assim não terá de se levantar para esvaziar a bexiga;
  • Caso seja necessário realizar análise à urina, colha a urina diretamente da sonda vesical.